Página Inicial / Geral / Suspeitos de homicídio são presos em menos de 12 horas após o crime

Suspeitos de homicídio são presos em menos de 12 horas após o crime

As Polícias Civil (PCES) e Militar (PMES) de Montanha prenderam, na quinta-feira (21), em flagrante, os suspeitos G.B.D.S., 23 anos; F.S.C., 25; e I.S.S.S., 23. Eles foram presos, respectivamente, no bairro Lajedo, no Centro e na Zona Rural do município. Os dois primeiros são apontados como autores do homicídio que vitimou Cassiano Pereira de Souza, 24, ocorrido horas antes.

De acordo com o titular da Delegacia de Polícia (DP) de Montanha, Leonardo Ávila, a ação foi exitosa graças ao trabalho integrado das corporações na repressão dos crimes contra vida. “Dos cinco homicídios que foram registrados neste ano na região, todos os casos foram solucionados e com autorias qualificadas”, disse.

As diligências em campo foram coordenadas pelo comandante da 4ª Companhia do 2° Batalhão da PM de Montanha, o primeiro-tenente André Luiz Lima Brito.

“Após um trabalho de inteligência da nossa equipe foi possível identificar os autores do crime, bem como as localizações dos indivíduos. O detido no bairro Lajedo confessou o crime durante a prisão e informou que o atirador teria sido o suspeito de 25 anos, e que este havia pedido ao terceiro para esconder a arma. A arma do crime foi localizada com o suspeito em seu local de trabalho, dentro de sua mochila. Já o detido de 25 anos foi detido no fundo da residência de sua avó em um cômodo trancado”, explicou o militar.

O crime

De acordo com as investigações, os suspeitos G.B.D.S e F.S.C. na manhã dessa quinta-feira se dirigiram até a casa da vítima com a intenção de matá-la. “Os dois suspeitos chamaram por Cassiano no portão, quando a vítima atendeu foi executada com três tiros disparados pelo detido de 25 anos e fogem logo em seguida. O atirador corre para casa do terceiro detido e pede para que ele esconda a arma para ele, um revólver calibre 38”, informou Ávila.

O delegado relatou que, durante a prisão de G.B.D.S., foram encontradas duas armas – um revólver calibre 22 e uma réplica de pistola calibre 45. Elas estavam enterradas no fundo do quintal da residência do suspeito. Em depoimento, os suspeitos afirmaram que a motivação do crime foi uma dívida de R$ 8 mil em drogas.

G.B.D.S e F.S.C. foram autuados em flagrante pelos crimes de homicídio e porte ilegal de arma de fogo. Já I.S.S.S. foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma de fogo e favorecimento pessoal. Eles foram encaminhados para a Penitenciária Regional de São Mateus (PRSM).

 

 

Você pode Gostar de:

Resgate eletrônico de depósitos judiciais chega a 12 estados

Existente há três anos, o sistema de resgates eletrônicos de depósitos judiciais está presente em …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *