Página Inicial / Esporte / Rival quebra nariz e Esquiva tem novo adversário em retorno ao ringue

Rival quebra nariz e Esquiva tem novo adversário em retorno ao ringue

O paraense Morramad Araújo será o rival de Esquiva Falcão na volta do vice-campeão olímpico aos ringues, neste sábado (29), em São Paulo, no evento Boxing For You. O pugilista, de 34 anos, substitui o paulista Davi Eliasquevici, que quebrou o nariz durante um treinamento e foi operado há dois dias.

 

Araújo tem nove lutas no boxe profissional, com cinco vitórias – uma delas contra Eliasquevici, em 2019. Radicado em Manaus, ele também lutou outras modalidades, como MMA, muay thai e kickboxing. O atleta, campeão nacional na categoria super meio-médio, foi revelado em um projeto social na capital amazonense, chamado Ring Boxe.

 

“Para mim, será uma honra. [O Esquiva] É um cara que já vi lutar, por quem torci muito na Olimpíada [em 2012]. Mas, o fato de ser fã não quer dizer que eu não possa bater nele. Vejo possibilidade de ganhar, então vamos para a luta”, disse Araújo, que se define como um pugilista paciente. “Não desisto fácil. Para isso, terá que me nocautear. Luto todos os rounds, não tenho pressa”, afirmou.

 

Já Esquiva venceu as 26 lutas que fez no boxe profissional e mira o cinturão mundial dos super-médios (até 75 quilos). Em nota divulgada pela assessoria de imprensa do Boxing For You, o medalhista de prata nos Jogos de Londres (Reino Unido) lamentou a contusão de Davi. “Sabia que era uma luta importante para ele, mas, infelizmente, essas coisas acontecem. Continuo treinando forte para dar a vitória para o Brasil e somar mais uma para mim. Torço pela rápida recuperação dele e que um dia a gente suba no ringue para dar um show”, declarou.

 

O embate será um dos principais do evento deste sábado (29), na Arena de Lutas, que fica na Barra Funda, zona oeste de São Paulo. As disputas não terão presença de público, em razão da pandemia do novo coronavírus (covid-19). Atletas e funcionários da organização serão submetidos a testes e a um protocolo sanitário, segundo a organização.

 

Na sequência de Esquiva e Araújo, vão para o ringue Robson Conceição, campeão olímpico nos Jogos da  Rio 2016, e o paulista Eduardo Reis, pelos super-penas (até 58,5 kg). O baiano tem 13 combates e 13 vitórias no boxe profissional e está sem lutar há mais de um ano, devido à uma cirurgia nas mãos. É o principal combate do evento, que começará às 20h30 (horário de Brasília), com o duelo da categoria super-galo feminino (até 55,3 kg), entre Lila Furtado e Eduarda Gomes, seguido pelo embate da médio-ligeiro masculino (até 69,8 quilos), reunindo Vitor Siqueira e Kenes Carneiro.

Fonte: Lincoln Chaves – Repórter da TV Brasil e Rádio Nacional – São Paulo Foto: © Boxing For You/Divulgação

 

Você pode Gostar de:

23/11AGORA CRIME ORGANIZADO PF: lavagem de dinheiro do tráfico internacional de drogas

Curitiba/PR – A Polícia Federal, em ação conjunta com a Receita Federal, dando sequência ao …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *