Página Inicial / Fiscalização / POLÍCIA FEDERAL: desarticula grupo responsável por assaltos a diversas agências dos Correios

POLÍCIA FEDERAL: desarticula grupo responsável por assaltos a diversas agências dos Correios

João Pessoa/PB – A Polícia Federal deflagrou na segunda-feira (20/4) a Operação FINEM FÁBULA, com escopo de desarticular associação criminosa dedicada ao cometimento de roubos contra Agências dos CORREIOS. Foram cumpridos dois mandados de prisão preventiva, nas cidades de Petrolina/PE e Manaus/AM. Os mandados foram expedidos pela Justiça Federal de Monteiro/PB.

 

ENTENDA O CASO

 

Os investigados são suspeitos de terem cometido um assalto contra a Agência dos Correios da cidade de Sumé/PB, na data de 27/11/2018. Um dos presos é um dos maiores assaltantes de Agências dos Correios do Brasil. Ele foi preso em flagrante na data de 25/06/2019, após o assalto contra a Agência dos Correios de Custódia/PE, estando atualmente recolhido no Presídio de Petrolina/PE.

 

Estima-se que o envolvido tenha assaltado pelo menos 50 agências do Correios ao longo de vários anos em estados diversos como Amazonas, Amapá, Pará, Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Bahia, tendo longo histórico de fugas após diversas ocasiões em que foi preso.

 

Dentre as Agências do Correios que o mesmo assaltou no Estado da Paraíba, além da citada em Sumé/PB, estão as de Mataraca/PB (15/12/2014), Cabedelo/PB (28/07/2015), Queimadas/PB (25/05/2017) e Esperança/PB (27/04/2018).

 

Tendo em vista a periculosidade do investigado, a Polícia Federal solicitou sua transferência para um Presídio Federal.

 

NOME DA OPERAÇÃO

 

A investigação foi batizada de FINEM FÁBULA que, em tradução livre, significa “fim da estória”.Fonte/Foto: Assessoria da PF

Fonte/Foto:Assessoria da PF

Você pode Gostar de:

Os olhos do Brasil se voltam para o Espírito Santo com nova capacidade oficial do Kleber Andrade

O Estádio Estadual Kleber Andrade, em Cariacica, já está liberado, oficialmente, para receber públicos de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *