Página Inicial / Polícia / Polícia Ambiental prende caçadores em flagrante na Reserva Biológica de Sooretama

Polícia Ambiental prende caçadores em flagrante na Reserva Biológica de Sooretama

Três caçadores armados foram presos em flagrante por policiais militares da Terceira Companhia de Polícia Militar Ambiental, na noite do último sábado (19),durante realização da “Operação Bloqueio”, na Zona de Amortecimento da Reserva Biológica de Sooretama, Unidade de Conservação (UC), localizada na região Norte do Estado.

O fato ocorreu na localidade de Água Limpa, zona rural de Jaguaré-ES, após receberem uma denúncia anônima, por meio da qual foi informado à Polícia Ambiental de que uma motocicleta estava escondida em meio à vegetação, em um ponto de acesso para a mata comumente utilizado como entrada por caçadores.  

Com essas informações, os policiais foram até o local e montaram um cerco para abordar os suspeitos. Na saída da trilha, os suspeitos foram abordados e com eles apreendidos diversos materiais utilizados para caça sendo eles: dois rifles calibre 22, (um com silenciador e o outro de fabricação caseira); uma espingarda calibre 36; 11 munições calibre 22; 12 cartuchos calibre 36; diversos “pios de madeira” para atrair pássaros silvestres; duas armadilhas (canhões); facas; lanternas; redes; uma motocicleta Honda CG Titan; uma motocicleta Honda BROSS; além da prisão em flagrante dos cidadãos G. da C. S., de 31 anos, H. C. da S., de 30 anos, e M.J.N.J., de 54 anos. Os três suspeitos e todo o material apreendido foram encaminhados para 18º Delegacia Regional de São Mateus.

Segundo o capitão Fabrício Pereira Rocha, comandante da Terceira Companhia do BPMA, esta foi a 3ª Etapa da Operação Bloqueio, que vem sendo desdobrada, especificamente, nas vias de acesso e entorno das principais Unidades de Conservação do Norte do Estado. A 1ª Etapa ocorreu na Reserva do Córrego do Veado, Floresta Nacional do Rio Preto e Reserva Biológica do Córrego Grande, nos municípios de Pinheiros, Conceição da Barra e Pedro Canário.

A 2ª Etapa ocorreu no Parque Estadual de Itaúnas, em Conceição da Barra. “Nesta 3ª Etapa, a Subunidade Especializada está realizando ações para conter a caça e pesca ilegais na região da Reserva Biológica de Sooretama e na Reserva Natural Vale e para o sucesso destas ações, contamos com a colaboração da comunidade, denunciando qualquer tipo de crime da qual tenha conhecimento”, destaca o oficial.

Denúncias de crimes ambientais podem ser feitas pelo telefone do Serviço Disque Denúncia 181 ou por meio do site www.disquedenuncia181.es.gov.br. Não há necessidade de se identificar e o anonimato é garantido.

 

Você pode Gostar de:

Governo e pesquisadores descartam problemas com vacina contra HPV

O Ministério da Saúde defendeu o resultado da avaliação de uma equipe de médicos da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *