Página Inicial / Fiscalização / PF investiga serviços de disparo automático de mensagens para fins eleitorais

PF investiga serviços de disparo automático de mensagens para fins eleitorais

Teresina/PI – A Polícia Federal deflagrou na sexta-feira (16/10) a Operação “Fake SMS”, cujo objetivo é investigar a contratação de serviços de disparo automático de mensagens via aplicativo de mensagens, para fins eleitorais, pelo Governo do Estado do Piauí.

Ao todo, foram cumpridos dois mandados de busca, expedidos pelo juízo da 98ª Zona Eleitoral, em Teresina/PI, sendo apreendidos vários documentos, celulares e mídias de armazenamento.

O material apreendido agora será analisado pela Polícia Federal, com o objetivo de comprovar se o serviço contratado era utilizado com a finalidade específica de emitir mensagens ou comentários na internet para ofender a honra ou denegrir a imagem de candidato, partido ou coligação, o que constitui crime eleitoral, nos termos do art. 57-H, § 1º, da Lei nº 9.504/1997.

Fonte/Foto: Comunicação Social da Polícia Federal no Piauí

Você pode Gostar de:

20/10 AGORA ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA: PF cumpre 77ª Fase da Operação Lava Jato

Curitiba/PR – A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (20/10), em ação conjunta com o Ministério …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *