Página Inicial / Geral / Operação conjunta em Guarapari prende suspeito dos homicídios de avô e neto no Rio de Janeiro

Operação conjunta em Guarapari prende suspeito dos homicídios de avô e neto no Rio de Janeiro

A equipe da Delegacia de Investigações Criminais (Deic) de Guarapari, com o apoio da Delegacia Especializada de Narcóticos (Denarc) e da Polícia Militar (PMES), prendeu E.S.L., de 32 anos, na tarde da terça-feira (19). Ele é suspeito de integrar uma facção criminosa e ser o mandante dos homicídios de um vigilante, de 37 anos, e seu neto de quatro anos, ocorridos no Estado do Rio de Janeiro, no início deste mês. O foragido encontrava-se morando no bairro Praia do Morro, em Guarapari, onde foi preso em sua residência.

De acordo com o titular da Deic, delegado Guilherme Eugênio, a Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro (PCERJ), soube do paradeiro do detido e fez contato com os policiais civis do Espírito Santo em busca de apoio. “Analisamos as informações que nos enviaram e no final da tarde, as equipes de polícia se deslocaram até a residência do suspeito, vigiaram a sua chegada e efetuaram a prisão”, relatou.

Guilherme Eugênio afirmou que o detido integra uma facção criminosa muito conhecida no Rio. “O crime teria sido motivado por conflitos entre narcotraficantes. Na ocasião, um homem e seu neto foram brutalmente mortos, uma vez que o alvo da ação criminosa era o pai da criança, que não estava no local. A companheira do vigilante, também com 37 anos, foi atingida por disparos de arma de fogo, mas sobreviveu”, disse.

Além de E.S.L., outros cinco suspeitos de participar do crime foram identificados e presos por policiais civis do Rio. Ao ter ciência do mandado de prisão, o detido fugiu e juntamente com sua família, instalou-se em Guarapari, onde estava vendendo salgados.

O investigado foi recambiado ao Estado do Rio de Janeiro, onde as investigações prosseguem na 146ª Delegacia de Polícia.

 

Você pode Gostar de:

INSS cria programa para identificar benefícios irregulares

Começa a funcionar a partir de hoje um programa vinculado ao Instituto Nacional de Seguro Social …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *