Página Inicial / Geral / O ‘Futuro do Trabalho no Espírito Santo’ foi tema de Workshop na Esesp

O ‘Futuro do Trabalho no Espírito Santo’ foi tema de Workshop na Esesp

O Governo do Estado, por meio do Secretaria do Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social (Setades), promoveu o 1° Workshop “O Futuro do Trabalho no ES e Acessuas Trabalho”. O evento aconteceu durante toda esta terça-feira (26) e foi realizado no auditório da Escola de Serviço Público do Espírito Santo (Esesp), em Vitória.

O secretário de Estado do Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social (Setades), Bruno Lamas, e a vice-governadora do Estado, Jaqueline Moraes, acompanharam a formação. Para Lamas, o workshop faz parte de um conjunto de ações de articulação de políticas públicas e de mobilização, encaminhamento e acompanhamento de pessoas em situação de vulnerabilidade e/ou risco social para acesso a oportunidades afeitas ao trabalho, emprego e renda.

“Através do trabalho, emprego e renda vamos superar a extrema pobreza no Espírito Santo. O Bolsa Capixaba é uma forma de complementação aos recursos financeiros de mais de 24 mil capixabas que vivem na vulnerabilidade e necessitam deste apoio. Nossa missão é unir a assistência com o trabalho e desenvolvimento social para que transforme a vida de cidadãos e os torne aptos a alcançarem as oportunidades de empregos de vários setores de nossa forte economia”, explicou.

A subsecretária de Estado do Trabalho, Emprego e Geração de Renda (Subtrab), Cyntia Figueira Grillo, detalhou os objetivos do evento. “Esse Workshop é uma parceria intersetorial entre a Subtrab e a Subsecretaria de Assistência e Desenvolvimento Social (Subades), com o objetivo de pensar, avaliar e construir propostas para a superação das desigualdades. O Programa de Promoção do Acesso ao Mundo do Trabalho (Acessuas Trabalho) é um programa federal de promoção do acesso ao mundo do trabalho e busca a autonomia das famílias usuárias da Política de Assistência Social, por meio da integração ao mundo do trabalho”, disse.

A vice-governadora Jaqueline Moraes contou parte de sua trajetória como exemplo da importância do tema “Inteligência Emocional”, abordado na formação. “Que bom que hoje esses jovens estão aqui aprendendo isso já hoje. A falta de inteligência emocional faz você sofrer muito. Eu vejo a diferença de como eu sou hoje como mãe, e como eu era com a minha primeira filha, que eu tive quando tinha 19 anos. O empreendedorismo emocional é tratar exatamente desse tipo de inteligência. Quando não temos inteligência emocional, fica muito mais difícil empreender. Saber lidar com o outro ser humano é algo que é levado muito em consideração no mercado de trabalho hoje”, declarou.

primeira palestra foi do CEO da Heach Brasil, Elcio Teixeira, que abordou o tema: “Inteligência artificial e seu Impacto nas profissões e no desemprego”. Na parte da tarde aconteceram as palestras do Programa de Promoção do Acesso ao Mundo do Trabalho (Acessuas Trabalho) e uma apresentação sobre a experiência do conhecido restaurante Ilha do Caranguejo.

 

Você pode Gostar de:

Resgate eletrônico de depósitos judiciais chega a 12 estados

Existente há três anos, o sistema de resgates eletrônicos de depósitos judiciais está presente em …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *