Página Inicial / Geral / Governo do ES publica edital para contratação de obras na Terceira Ponte

Governo do ES publica edital para contratação de obras na Terceira Ponte

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Mobilidade e Infraestrutura (Semobi), publica, nesta sexta-feira (6), o edital para contratação dos projetos e das obras para ampliação de capacidade da Terceira Ponte e implantação de ciclovia, com barreira de proteção. Em entrevista coletiva realizada nesta quinta-feira (5), o governador Renato Casagrande deu mais detalhes sobre o processo de contratação e destacou o conjunto dos investimentos em infraestrutura para a mobilidade.

“Estamos publicando o edital da Terceira Ponte e amanhã também publicaremos a homologação do resultado da licitação das obras do Portal do Príncipe. Em breve, também será lançado o edital para a contratação das obras do viaduto de Carapina. São três obras importantes que compõem o conjunto de ações para a melhoria da mobilidade da Região Metropolitana”, destacou Casagrande.

Os projetos e as obras serão contratados pela Semobi por meio de edital de RDC (Regime Diferenciado de Contratações Públicas). O valor máximo a ser investido pelo Governo do Estado nestas intervenções é de R$ 169.791.571,62. Enquanto o prazo para execução dos serviços (projetos e obras) é de três anos. As empresas interessadas têm até o dia 23 de abril para a entrega das propostas. O edital completo também estará disponível no site www.semobi.es.gov.br.

De acordo com o secretário de Estado de Mobilidade e Infraestrutura, Fábio Damasceno, foram buscadas soluções de engenharia para implantação da ciclovia, junto com a ampliação da capacidade da ponte. “Tomamos o cuidado de desenvolver um projeto que fosse viável tanto financeiramente quanto do ponto de vista de engenharia. É um complexo de intervenções que vão trazer melhorias significativas para o trânsito, incentivando a mobilidade ativa e contribuindo com a proteção da vida”, disse.

A empresa contratada ficará responsável por desenvolver os projetos básicos, executivos, licenciamento ambiental e executar as obras, sempre respeitando as diretrizes do anteprojeto apresentado pelo Governo do Estado.

Com a ampliação, a via contará com três faixas por sentido. Já a instalação de uma barreira de proteção na Terceira Ponte vem sendo debatida e reivindicada pela sociedade capixaba, assim como a inclusão de uma ciclovia para que a travessia entre os municípios de Vitória e Vila Velha também pudesse ser realizada por ciclistas.

A estrutura de proteção e ciclovia que será anexada à ponte, nos dois sentidos como forma de impedir suicídios, contará com uma grade anti escalada para a proteção, com altura de três metros e uma pista de ciclovia, com pavimento asfáltico de três metros de largura.

Próximo ao vão central, a estrutura da ciclovia terá um alargamento chegando a seis metros e funcionará como uma espécie de mirante. Neste ponto, parte da grade anti escalada será substituída por vidro. As pistas serão de sentido único: uma para Vitória e uma para Vila Velha.

Ampliação da capacidade

Além da ciclovia, a Terceira Ponte ganhará mais uma faixa em cada sentido, ficando com seis faixas no total. Assim, a capacidade de fluxo de veículos na ponte será aumentada em torno 40%. Hoje, a ponte possui quatro pistas, sendo duas para cada sentido.

Para a inclusão das novas faixas, as pistas existentes ficarão mais estreitas e as proteções central e laterais serão estreitadas. As pistas laterais, serão de uso exclusivo de transporte coletivo e passarão a ter 3,10 metros cada. Já as pistas no meio serão para automóveis e terão 2,80 metros cada. A simulação do projeto mostrou eficiência e melhoria do trânsito em todos os horários.

Após apresentação do projeto no ano passado, a Semobi promoveu duas reuniões públicas nos dias 27 e 28 de agosto para apresentar e debater os projetos com a sociedade em Vitória e em Vila Velha e a proposta foi bem recebida e aprovada pelos participantes. 


Ampliação da capacidade da Terceira Ponte:

  • A capacidade da ponte será aumentada em 50%. Assim, a ponte passa a contar com seis faixas, três em cada sentido. 
  • A pista será alargada com a retirada da mediana central e alterações no guarda corpo lateral.
  • Com o estreitamento das pistas, a velocidade máxima da pista será reduzida para 60 km/h
  • A extensão da ponte contará com pórticos de sinalização para operações especiais (Ex.: alterar sentido da faixa em razão de alguma ocorrência).


Ciclovia da Vida

  • O projeto para instalação de uma barreira de proteção para impedir que pessoas atentem contra a própria vida se lançando de cima da terceira ponte, vai se transformar na ciclovia da vida. 
  • A estrutura que será anexada à ponte como forma de impedir o suicídio, contará com a proteção e uma pista de ciclovia, com pavimento asfáltico de 3 m de largura. 
  • Para garantir a segurança e o controle dos usuários da ciclovia, o acesso será liberado apenas com o CartãoGV. Não será cobrada nenhuma tarifa, mas apenas o cartão do Bilhete Único Metropolitano vai liberar o acesso à ciclovia. 
  • A estrutura da ciclovia terá um alargamento no vão central que funcionará como uma espécie de mirante. 

Anteprojeto: https://www.es.gov.br/Media/PortalES/Noticias/Apresenta%C3%A7%C3%A3oTerceira%20Ponte%20-R2.pdf   

 

Você pode Gostar de:

HOJE (01) MEDICAMENTOS: Publicada MP que suspende reajuste por 60 dias

O governo federal publicou, em edição extra do Diário Oficial da União (DOU), a Medida …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *