Página Inicial / Geral / ES: Operação Caim prende 17 suspeitos envolvidos com homicídios e tráfico de drogas

ES: Operação Caim prende 17 suspeitos envolvidos com homicídios e tráfico de drogas

Uma operação policial coordenada pela Superintendência de Polícia Especializada (SPE), por meio do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), foi apresentada durante coletiva de imprensa, na quinta-feira (02), na Chefatura de Polícia Civil, em Vitória. A ação teve o objetivo de cumprir mandados de prisão de homicidas e combater o crescimento dos crimes contra vida, que aumentaram na segunda quinzena de março, com o período da Covid-19. A ação foi realizada nos municípios de Cariacica e Vila Velha, e contou ao todo 94 policiais civis, com 31 viaturas.

O resultado da operação apresentado foi de 15 suspeitos detidos, dois adolescentes apreendidos, quatro armas, sendo  uma submetralhadora caseira calibre.380; 62 munições .38; 7 munições .380; 16 munições .9mm; 1 munição .40; 02 granadas; 06 balanças de precisão;  09 celulares; 01 rádio comunicador; 01 touca ninja; R$ 50 reais em espécie; 781 gramas de crack; 758 pedras de crack; 80 pinos de cocaína; 500 gramas de ácido bórico; 260 gramas de pó branco, além de material para embalo da droga, e centenas de pinos vazios.

O secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, Roberto Sá, explicou que essa ação foi uma resposta imediata aos números de homicídios registrados no mês de março. “Essa ação é fruto de um trabalho permanente de investigação. Dos 17 suspeitos detidos nesta operação, nove são homicidas, na área de Vila Velha e Cariacica. O recado que damos à sociedade é que esses assassinos não ficaram impune, e quando optam pelo mundo do crime e tirar a vida de alguém, eles estão decretando a sua própria prisão”, avaliou.

 

O secretário também destacou o trabalho integrado das polícias durante esse período de pandemia. “A Polícia Militar, que faz o policiamento ostensivo, tem saturado essas regiões de intensa disputa de tráfico de drogas. Paralelamente a isso, a PM criou o um novo Batalhão Especializado de Pronto Emprego, que na região de Vitória, Serra, Cariacica e Vila Velha, possa agir e dar mais ostensividade, provendo mais segurança ao comércio local. Isso mostra que estamos combatendo crimes contra vida e os crimes contra o patrimônio”, disse.

O delegado-geral da Polícia Civil, José Darcy Arruda, informou que a Operação foi idealizada desde a semana passada e será uma sequência de operações “Essa ação foi muito bem planejada, elencamos os alvos e os bairros para a ação que aconteceu hoje. Percebemos que houve uma modificação do comportamento do tráfico, que mudou a sua metodologia, e essa ação tinha o objetivo de intervir nesse processo trazendo tranquilidade à sociedade, mesmo nesse período de confinamento”, explicou.

Prisões

Dos 17 suspeitos detidos, duas prisões se destacaram. Uma das prisões foi de um homem de 22 anos, preso no bairro Oriente, no município de Cariacica.

Para o titular da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Cariacica, delegado Eduardo Khaddour, a prisão deste homem foi a mais relevante no município. “Ele já era investigado por um homicídio em que ele e outros três suspeitos capturaram a vítima, que tinha problemas mentais, penduraram em uma árvore, ainda com vida, e espancaram ele a morte. De acordo com informações de populares, a vítima estaria fazendo gestos obscenos no bairro”, contou.

A segunda prisão relevante da Operação Caim foi de um homem de 33 anos, apontado como chefe do tráfico de drogas da região de Zumbi dos Palmares, em Vila Velha.

De acordo com o delegado-adjunto da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Vila Velha, Daniel Belchior, dos sete suspeitos detidos em Vila Velha, todos são suspeitos na participação dos homicídios e tentativas que vêm ocorrendo no bairro Zumbi dos Palmares, Primeiro de Maio, Alecrim e Santa Rita.

“No bairro Primeiro de Maio foi onde realizamos a prisão de três suspeitos, sendo que deles um era um adolescente com mandado de busca pendente. Com estes, foram apreendidos uma submetralhadora calibre .380 e um revólver calibre .38. Ressalto que nesta mesma residência, na semana passada, foram presas outras quatro pessoas e apreendidas uma espingarda calibre .12, duas granadas, duas pistolas .380, três carregadores e munições, pela DHPP em conjunto com a Guarda Municipal”, contou.

A subsecretária da Guarda Municipal de Vila Velha, Elisângela Fraga de Oliveira, avaliou que o trabalho que vem sendo realizado em conjunto com as Polícias desencadeou importantes apreensões e prisões, em especial no bairro Santa Rita, grande confronto no momento.

Os detidos em flagrante no bairro Primeiro de Maio foram autuados por tráfico de drogas, associação para o tráfico e posse ilegal de arma de fogo e, após os procedimentos de praxe, foram encaminhados ao Centro de Triagem de Viana, onde permaneceram à disposição da Justiça.

Operação Caim

A operação faz referência aos irmãos Caim e Abel e remonta ao primeiro homicídio ao qual a sociedade teve conhecimento.

 

Você pode Gostar de:

EM VÍDEO : Casagrande manifesta surpresa e preocupação com desistência do Brasil na compra da vacina contra covid-19

Veja !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *