Página Inicial / Geral / DRCC prende caminhoneiro que compartilhava pornografia infantil

DRCC prende caminhoneiro que compartilhava pornografia infantil

Um caminhoneiro de 67 anos foi preso, na sexta-feira (30), pela equipe da Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Cibernéticos (DRCC). Ele era investigado desde janeiro deste ano, por armazenar e compartilhar, por aplicativo de mensagens, imagens contendo pornografia infantil. Na manhã desta sexta, os policiais foram até a casa do investigado, no município da Serra, para dar cumprimento a um mandado de busca e apreensão.

“Ao chegarmos ao local, apreendemos o telefone do investigado, e os policiais constataram que naquele aparelho havia centenas de imagens e vídeos íntimos de crianças, inclusive, crianças sendo abusadas. Assim, ele foi preso em flagrante pelo armazenamento de pornografia infantil”, explicou o titular da DRCC, delegado Brenno Andrade.

As investigações começaram a partir de uma denúncia, encaminhada à Delegacia. O caminhoneiro fazia parte de um grupo no whatsApp, cujo objetivo era falar sobre pássaros, no entanto, ele passou a compartilhar as imagens contendo pornografia infantil, atitude reprovada por outros integrantes do grupo, que levaram o caso ao conhecimento da polícia. Além do celular, um computador foi apreendido e encaminhado para a perícia.

Em sua defesa, o caminhoneiro alegou que recebeu as imagens de um número desconhecido e que pretendia apagar, mas acabou compartilhando. Ele foi autuado em flagrante pelo crime de armazenamento de pornografia infantil, para o qual cabe fiança arbitrada pela autoridade policial. O suspeito pagou a fiança e foi liberado para responder em liberdade.

O delegado alerta que o compartilhamento de imagens íntimas de crianças e adolescentes é crime, e o compartilhamento deste tipo de material com pessoas adultas só pode ser feito com autorização da pessoa filmada ou fotografada. Além disso, ele orienta que pais e responsáveis fiquem atentos.

“Tomem cuidado com seus filhos, com o que eles estão vendo e como eles utilizam a rede mundial de computadores. Da mesma forma que é utilizada para o bem, tem muito conteúdo que pode fazer com que seu filho seja vítima, como no caso de hoje, de uma pornografia infantil. Fiscalize, verifique o histórico de navegação do seu filho, instale programas de controle parental nos dispositivos eletrônicos, coloque esses dispositivos em um local onde você possa ver o que eles estão acessando e, principalmente, se interesse pelo que o seu filho está fazendo”, instruiu o delegado.

 

 

Você pode Gostar de:

MEC determina volta às aulas presenciais a partir de janeiro

O Diário Oficial da União publica, nesta quarta-feira (2), portaria do Ministério da Educação (MEC), determinando que instituições …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *