Página Inicial / Fiscalização / Detalhes da prisão: PC Guarapari (Denarc) sobre caso de suspeito de laboratório de coca

Detalhes da prisão: PC Guarapari (Denarc) sobre caso de suspeito de laboratório de coca

A equipe da Delegacia Especializada de Narcóticos (Denarc) de Guarapari prendeu, na manhã da terça-feira (10), um homem de 29 anos apontado como dono de um laboratório de refino de cocaína em Buenos Aires, na zona rural do município. A prisão ocorreu na residência do detido, no bairro Marcílio de Noronha, em Viana.

Foram apreendidos R$ 100 mil em dinheiro, dois veículos de luxo, armas e munições. “Os policiais civis fizeram o cerco na residência do detido e encontraram um veículo e uma mala preparados para fuga. Na ocasião, ele tentou descartar o dinheiro e a arma, mas a equipe policial fez buscas e apreendeu os materiais”, relatou o responsável pelas investigações, delegado Guilherme Eugênio.

De acordo com o delegado-geral da PCES, José Darcy Arruda, a equipe policial trabalhou no sentido de desarticular a organização criminosa. “As operações foram voltadas para prejudicar o sistema financeiro e patrimonial do tráfico”, disse.

Guilherme Eugênio informou ainda que as investigações continuarão para identificar o envolvimento de outras pessoas nessa organização criminosa. “Os veículos apreendidos estavam em nomes de laranjas. Diante disso, agora vamos investigar se há também a prática de lavagem de dinheiro”, relatou.

O detido foi autuado em flagrante por lavagem de dinheiro e posse ilegal de arma de fogo. O mandado de prisão também foi cumprido por tráfico de drogas e associação ao tráfico. Ele foi encaminhado a uma unidade prisional, onde permanece à disposição da Justiça.

A operação contou com o apoio da equipe da Delegacia Especializada de Investigações Criminais (Deic) e da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core).

Início das operações

O laboratório foi descoberto no dia 18 de fevereiro de 2019 após a equipe da Delegacia Especializada de Narcóticos (Denarc) de Guarapari receber uma denúncia anônima realizada pelo Disque-Denúncia 181. Localizado em Buenos Aires, zona rural de Guarapari, o laboratório era utilizado para o refinamento de crack.

No local foram apreendidos o total de sete quilos de pasta base de cocaína, porções de crack e cocaína, duas espingardas, inúmeras porções de ácido bórico, acetona e cafeína, bem como máscaras de proteção, balanças de precisão e liquidificadores. Além disso, também foi apreendido um carro de luxo que era utilizado pelos suspeitos.

“Na época, um dos detidos utilizou do benefício de delação premiada e informou sobre os outros suspeitos. A equipe policial trabalhou no sentido de identificar e confirmar o que o delator revelou”, informou o delegado.

No dia 28 de março, um homem de 44 anos, identificado como responsável pelo estabelecimento, se apresentou à 2º Delegacia Regional de Vila Velha. “Ele teria se associado ao chefe do tráfico de drogas da localidade de Seringal, em Viana, e começaram a utilizar o imóvel para a produção de entorpecentes. Por ser um local de difícil acesso, os suspeitos acreditavam que não iriam levantar nenhuma suspeita”, explicou Guilherme Eugênio.

 

Você pode Gostar de:

ES-Policia Militar apreende armas

Na noite de sábado (04), policiais militares da Força da Tática do 1° Batalhão, durante …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *