Página Inicial / Fiscalização / Desvio de R$ 30 milhões de instituição bancária

Desvio de R$ 30 milhões de instituição bancária

A Delegacia Especializada de Defraudações (Defa) prendeu, na quinta-feira (08), um homem suspeito de integrar uma grande organização criminosa investigada por desviar cerca de R$ 30 milhões de uma instituição bancária sediada em São Paulo.

“Esse indivíduo recebeu em sua conta seis milhões de reais. Porém, ele não conseguiu fazer as transferências que pretendia, porque a conta estava bloqueada. Então, ele se dirigiu à agência e sacou dez mil reais, momento em que efetuamos a prisão em flagrante”, explicou o titular da Defa, delegado Douglas Vieira.

No momento da prisão, o suspeito estava de posse do dinheiro. O delegado descobriu depois que ele pretendia voltar ao banco à tarde para sacar mais R$ 10 mil, pois este era o limite para retiradas. A prisão é fruto de uma investigação conjunta realizada por equipes da Polícia Civil de diversos estados. Também nessa quinta-feira, integrantes da mesma organização foram presos em flagrante no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e São Paulo. Segundo os levantamentos, o crime começou com uma invasão, em São Paulo.

“Um indivíduo entrou clandestinamente na agência de um grande banco no Estado de São Paulo, instalou um dispositivo no computador do gerente, conseguiu informações importantes e, por meio destas, subtraiu R$ 30 milhões da conta transitória do banco, pulverizando esses valores em contas bancárias em diversos estados da federação”, relatou o delegado.

As investigações apontam que, em São Paulo, os indivíduos que realizavam saques eram criminosos contumazes, enquanto que nos outros estados foram identificados empresários, que aceitaram participar da organização criminosa. O detido capixaba, que também é empresário, alegou que recebeu o dinheiro de investidores chineses, para iniciar um negócio. No entanto, esta versão não foi comprovada.

O suspeito foi autuado em flagrante pelo crime de furto mediante fraude e associação criminosa e encaminhado ao Centro de Triagem de Viana. As investigações conjuntas continuam em andamento com o objetivo de identificar outros envolvidos.

 

Você pode Gostar de:

CASAGRANDE: visita obras rodoviárias e de reconstrução de pontes em Vargem Alta e Castelo

O governador do Estado, Renato Casagrande, visitou, na sexta-feira (16), diversas obras nos municípios de Vargem Alta e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *