Página Inicial / Fiscalização / Corregedoria Regional Eleitoral realiza reunião virtual com juízes eleitorais e chefes de cartórios sobre Eleições 2020

Corregedoria Regional Eleitoral realiza reunião virtual com juízes eleitorais e chefes de cartórios sobre Eleições 2020

Na pauta, constaram informações relacionadas às Eleições 2020 e a apresentação das atividades desenvolvidas pela Corregedoria durante todo o ano

 

A Corregedoria Regional Eleitoral do Espírito Santo, por meio de seu Corregedor Regional Eleitoral e Vice-Presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo (TRE-ES), Desembargador Carlos Simões Fonseca, convocou os Juízes Eleitorais e Chefes de Cartório para reunião virtual, na última quarta-feira (22), para subsidiá-los com informações relacionadas às Eleições 2020 e apresentar as atividades desenvolvidas pela Corregedoria durante todo o ano.

 

A reunião de trabalho foi uma iniciativa do Corregedor e Vice-presidente do TRE-ES, Desembargador Carlos Simões Fonseca, preocupado com o desafio que será a realização das próximas eleições, não somente pela pandemia gerada pelo Covid-19, mas também por fatores políticos atuais, que prometem exigir muito esforço dos envolvidos diretamente no processo eleitoral.

 

A reunião contou com a apresentação de todos os servidores da Corregedoria e do Juiz Auxiliar, Dr. Daniel Barrioni de Oliveira, e a promessa de suporte no que for preciso aos profissionais envolvidos nas eleições, com o escopo sempre de preservar o sufrágio e a soberania popular nas urnas, conforme a orientação do Desembargador Carlos Simões Fonseca.

 

O membro do TRE-ES e Diretor da Escola Judicial Eleitoral, Dr. Adriano Athayde Coutinho, também participou da reunião, colocou a Escola à disposição dos servidores e magistrados eleitorais para fornecer subsídio ao trabalho por eles desenvolvido. Com a apresentação da própria Corregedoria, abriu-se espaço para perguntas, sugestões e críticas.

 

A próxima reunião de trabalho será na próxima quarta-feira (29), também de forma virtual. Com isso, a Corregedoria espera manter o diálogo constante com servidores e magistrados, com o objetivo de manter a legitimidade do procedimento eleitoral, com segurança e sem riscos de contágio à população capixaba.

Você pode Gostar de:

18/09 PF investiga fraudes em licitações para aquisição de camas hospitalares

Palmas/TO – A Polícia Federal, em ação conjunta com a Controladoria Geral da União, deflagrou …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *