Página Inicial / Geral / CONHEÇA PARA NÃO CAIR: ES Defa prende quatro suspeitos de aplicarem golpes contra idosos de mais de R$ 100 mil

CONHEÇA PARA NÃO CAIR: ES Defa prende quatro suspeitos de aplicarem golpes contra idosos de mais de R$ 100 mil

Na manhã de terça-feira (30), a Delegacia Especializada de Defraudações e Falsificações (Defa) apresentou o resultado da Operação “Delivery”, deflagrada na semana passada em toda a Grande Vitória. Quatro suspeitos de aplicarem golpes contra idosos foram presos em flagrante.

“São quadrilhas extremamente inteligentes, que atuam não só no Espirito Santo, mas em outros estados da Federação. O trabalho da Defa foi fantástico no sentido de identificar e mapear não só as vítimas, mas os autores. É um golpe que deixa as pessoas muito tristes, porque leva aquela vítima a entregar suas economias e dánela uma frustração muito grande”, apontou o delegado-geral da Polícia Civil, José Darcy Arruda.

O crime investigado pela Defa é conhecido como golpe do falso motoboy ou golpe do cartão clonado. As vítimas recebem um telefonema de uma central de atendimento falsa, afirmando que seus cartões foram clonados e que existem transações fraudulentas. A vítima é enganada e induzida a entregar o próprio cartão a um falso motoboy, que vai até a casa dela afirmando que o cartão será bloqueado, mas, em vez disso, o estelionatário realiza saques e empréstimos na conta bancária da vítima. Somando os casos investigados pela Defa, o prejuízo das vítimas é de mais de R$ 100 mil.

 “A Defa teve ciência até agora de 15 vítimas, mas podem existir mais. Os prejuízos variam: tem vítima que teve prejuízo de R$ 31 mil, outra R$ 7 mil. O perfil das vítimas na maioria é idosos”, explicou a titular da DEFA, delegada Nicolle de Castro. 

As prisões

Nas buscas da semana passada, quatro suspeitos foram presos em flagrante. Um dos suspeitos, de 28 anos, foi preso logo após praticar o crime contra um senhor de 81 anos, no Centro de Vila Velha. Ele estava escondido em uma pousada no município de Serra e em sua posse foram encontradas quatro máquinas de cartão de crédito. Na ocasião da sua prisão, ele ofereceu aos policiais a quantia de R$ 10 mil para que fosse liberado.

O segundo suspeito, de 39 anos, foi preso após praticar os golpes contra duas idosas e um idoso no município de Vitória. Ele estava em um hotel no centro da cidade e em sua posse foram encontradas oito máquinas de cartão de crédito, crachás de instituições bancárias e formulários falsos de pedido de cancelamento dos cartões.

Outros dois indivíduos, de 26 e 25 anos, foram presos após praticarem o crime contra uma mulher de 50 anos no município de Serra. No momento da prisão, eles haviam acabado de deixar a residência da vítima. Ambos possuem antecedentes pelo mesmo crime no Paraná e São Paulo.

Todos os detidos foram autuados em flagrante pelos crimes de estelionato e associação criminosa. O suspeito de 28 anos também vai responder por suborno e posse de droga para uso próprio. 

“Nós conseguimos deter apenas a ponta de um iceberg de várias organizações criminosas bem estruturadas. Quem estava no Espírito Santo era apenas o falso motoboy. Todo o resto das quadrilhas está em São Paulo e já está sendo qualificada. Vamos representar pela prisão dessas pessoas”, afirmou a delegada.

 

Você pode Gostar de:

17/09 PM e MPES participam da “Operação Cafarnaum”

Nesta quinta-feira (17), policiais militares do Núcleo de Inteligência da Assessoria Militar do Ministério Público …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *