Página Inicial / Educação / Cerca de 6 mil professores do Ensino Fundamental passam por formação em 2019

Cerca de 6 mil professores do Ensino Fundamental passam por formação em 2019

Em 2019, a Secretaria da Educação (Sedu), por meio da Gerência de Educação Infantil e Ensino Fundamental (Geief), ofertou o curso de formação “Nas Trilhas do Paes”, em parceria com Instituto Natura, aos profissionais da Educação Infantil e do ciclo de alfabetização. Aproximadamente seis mil professores das redes Estadual e Municipais participaram da ação formativa, que fez parte do Pacto pela Aprendizagem no Espírito Santo (Paes).

A ação estratégica teve como objetivo ampliar para toda a rede pública de ensino do Espírito Santo discussões sobre alfabetização, leitura e escrita; fortalecer o diálogo, o debate, a socialização de experiências e de proposições que contribuam para garantir uma educação favorável ao desenvolvimento das capacidades de aprender das crianças, bem como consolidar a parceria entre a Rede Estadual e as redes municipais de ensino.

O Paes contemplou três ciclos de ações presenciais e à distância, que aconteceram ao longo de todo ano de 2019, envolvendo gestores, pedagogos e professores. A carga horária variou de acordo com o perfil do profissional: Formadores – 210 horas; Pedagogo – 182 horas; e Professor – 150 horas. Todos os cursistas serão certificados pelo Centro de Formação dos Profissionais da Educação do Espírito Santo (Cefope), da Sedu, após o fechamento da frequência dos participantes.

Nas Trilhas do Paes

A Formação foi organizada em três ciclos, com ações presenciais e a distância, com as temáticas “Leitura em voz alta pelo professor” e “Trabalho com gêneros textuais e sequências didáticas e escrita por meio do professor”. Essa foi a primeira ação formativa do Paes, realizada entre os meses de abril e dezembro de 2019.

Paes

O Paes é uma iniciativa do Governo do Estado com o objetivo de fortalecer a aprendizagem das crianças desde a Educação Infantil até as séries finais do Ensino Fundamental, desenvolvida a partir do estabelecimento de um regime de colaboração entre o Estado e as redes municipais de Ensino.

 

Você pode Gostar de:

Ministério da Saúde faz alerta sobre febre amarela

O Ministério da Saúde alerta quem ainda não se vacinou contra a febre amarela a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *