Página Inicial / Fiscalização / CÂMARA DE GUARAPARI: recebe depoimentos de secretário de Obras, vice-prefeito e maestro em Comissão e CPI

CÂMARA DE GUARAPARI: recebe depoimentos de secretário de Obras, vice-prefeito e maestro em Comissão e CPI

A Câmara Municipal de Guarapari inicia a próxima semana com a votação do projeto que reorganiza o Conselho Municipal de Cultura e três importantes reuniões, sendo duas da CPI dos Shows e uma da Comissão de Economia e Finanças.

 

A votação do Conselho será realizada na 14ª sessão extraordinária, na segunda-feira (20), às 15h. Caso o Projeto de Lei 67/2020 seja aprovado, o Conselho será vinculado a Secretaria Municipal de Turismo, Empreendedorismo e Cultura (Setec) e entre suas atribuições estão formular políticas públicas e diretrizes para o Plano Municipal de Cultura, elaborar e promover bienalmente a Conferência Municipal de Cultura e fiscalizar a execução de projetos financiados pelo Fundo Municipal de Cultura. 

 

A membro da Comissão de Educação e Cultura, vereador Fernanda Mazzelli (Republicanos), afirmou que “a cultura não é tão trabalhada no município como deveria ser e o Conselho é importante porque vai ajudar nas políticas voltadas para cultura. Existe um grupo de artistas na cidade que batalha pelo Conselho há anos e o Executivo só está mandando esse projeto para Câmara agora porque da Lei Aldir Blanc que vai possibilitar que o município receba uma verba federal de até R$ 900 mil.”

 

Na terça-feira (21), acontecem as reuniões da CPI dos Shows, às 9h e às 11h, para dar continuidade a investigação de possíveis irregularidades na realização de eventos no município. Primeiro a CPI vai ouvir o maestro Mauro Sérgio e em seguida o vice-prefeito e ex-secretário de Turismo Miguel Agrizzi. O relator, vereador Clebinho Brambati (PTB), revelou que estes serão os últimos depoimentos antes da conclusão da CPI. “Após ouvirmos o maestro e o vice-prefeito, vamos concluir o relatório com o parecer que pode apontar as possíveis irregularidades ou se não houver subsídios, pediremos o arquivamento do caso”.

 

Ainda na terça-feira, às 14h, a Comissão de Economia e Finanças vai receber esclarecimentos do secretário de Obras Divandilsom Ferreira dos Santos sobre a aplicação de mais de R$ 16 milhões na pavimentação de ruas da cidade e a construção da nova sede da prefeitura. O presidente da Comissão, vereador Marcos Grijó (PDT), afirmou que o secretário foi convocado porque o município não informou à Câmara como e onde esse recurso será investido.

 

Grijó também explicou porque não foi possível ouvir o secretário na reunião anterior. “Como o auditório da Câmara passa por reforma, nós usamos o auditório do anexo para realizar a reunião porque geralmente poucas pessoas aparecem nas reuniões das Comissões. Nesta reunião, muito nos chama a atenção que muitos vereadores, inclusive toda a base do prefeito, estavam presentes. E aí o espaço não oferecia segurança devido a questão da pandemia. Então achamos pertinente adiarmos a reunião”.

 

 

 

Você pode Gostar de:

Enem: estudantes tem até 1º de outubro para inserir foto no cadastro, confira como

Até 23h59 (horário de Brasília) do dia 1º de outubro inscritos no Exame Nacional do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *