Página Inicial / Geral / Câmara de Guarapari aprova sete Requerimentos e 29 Indicações em sessão extraordinária

Câmara de Guarapari aprova sete Requerimentos e 29 Indicações em sessão extraordinária

Os vereadores da Câmara Municipal de Guarapari aprovaram sete Requerimentos e 29 Indicações que tratam de temas como saúde, infraestrutura, trânsito e questões relacionadas ao novo coronavírus. A votação aconteceu na 6ª sessão extraordinária, realizada na terça-feira (28).

Entre os Requerimentos e Indicações relacionados à saúde, está a Indicação nº 55/2020, do vereador Denizart Luiz (Podemos), que solicita a instalação de nebulizadores na unidade de saúde Narbal de Paula Coutinho, localizada no bairro Setiba. A melhoria na infraestrutura do município foi tema de grande parte das Indicações e Requerimentos aprovados pelos parlamentares, um exemplo é a Indicação nº 57/2020, do vereador Clebinho Brambati (PTB), que pede a contratação de máquinas e caçambas para recuperar as estradas do interior da cidade.

Em relação ao trânsito, foi aprovada a Indicação nº 24/2020, do vereador Thiago Paterlini (Podemos), que pede a implantação da Guarda Municipal de Trânsito no município. O novo coronavírus também foi lembrado nas Indicações e Requerimentos dos parlamentares, como exemplo, é o Requerimento nº 23/2020, do vereador Marcos Grijó (PDT), que sugere uma gratificação aos profissionais da saúde que estão trabalhando para combater o covid-19 em Guarapari.

O Projeto de Lei Complementar nº 001/2020 e o Projeto de Lei nº 16/2020 foram retirados da pauta. O mesmo aconteceu com a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para elaboração do Orçamento de 2021, que seria votada na 5ª sessão extraordinária, realizada no mesmo dia. O presidente da Câmara, vereador Enis Gordin (PSB), explicou o motivo. “Nós entendemos que esses assuntos não são prioritários neste momento de pandemia. Então retiramos da pauta para que sejam analisados com calma pelos vereadores e votados em um momento mais oportuno”, afirmou Enis.

A votação dos vetos do Executivo às emendas do Orçamento 2020, foi suspensa por falta de quórum. Em uma reunião interna os vereadores decidiram prorrogar a suspensão das atividades presenciais na sede da Câmara e no anexo por mais 15 dias devido o aumento diário de casos confirmados de coronavírus no município. Neste período, os servidores continuam trabalhando no sistema home office.

 

Você pode Gostar de:

PM DE GUARAPARI: Últimas ocorrências

Na manhã de terça-feira (02), foi realizada uma operação policial para cumprimento de mandados de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *