Página Inicial / Geral / Câmara de Guarapari anuncia criação da Procuradoria da Mulher durante fórum para debater violência contra mulheres e crianças

Câmara de Guarapari anuncia criação da Procuradoria da Mulher durante fórum para debater violência contra mulheres e crianças

A violência contra mulheres e crianças foi debatida no 2º Fórum Legislativo, realizado pela Câmara Municipal de Guarapari, na quinta-feira (31).

O evento contou com três palestras. A primeira teve como tema “Exploração sexual de crianças e adolescentes, uma triste realidade” e foi ministrada pelo deputado estadual Lorenzo Pazolini. “Hoje nós temos instrumentos eficazes de combate a esse tipo de crime, mas estamos falhando na prevenção. Prevenção é dialogar, é ouvir as crianças, é dar oportunidade dos nossos jovens falarem. Mas, os adultos também têm que observar o comportamento da criança. Tem que estar próximos a elas. O papel da família é fundamental. Sabemos que a maioria dos abusos acontecem no ambiente próximo a essas crianças, de pessoas que têm uma relação de proximidade com essas crianças”, disse Pazolini.

Em seguida foi a palestra “Direitos Humanos e Proteção Integral às Mulheres”, que foi ministrada pela Promotora Estadual e coordenadora do Núcleo de Enfrentamento às Violências de Gênero em Defesa dos Direitos das Mulheres (Nevid), Cláudia Garcia. “A Lei Maria da Penha contempla cinco formas de violência: física, moral, sexual, material e psicológica. A psicológica a gente entende que é a mais grave delas porque é silenciosa. Muitas vezes a mulher que está em situação de violência não se dá conta que está sofrendo a violência, que são aquelas palavras que vão sendo ditas reiteradamente de forma que vão retirando a capacidade de resistência da pessoa em situação de violência”, explicou a promotora.

O Fórum foi finalizado com a palestra “Como combater a violência contra mulheres?”, ministrada pela deputada estadual e presidente da Procuradoria Especial da Mulher, Janete de Sá. A parlamentar ressaltou que os índices de violência continuam elevados e que o Estado ocupa a quarta posição no ranking da violência doméstica. “Gostaria de pedir ao povo de Guarapari que decretasse tolerância zero a violência contra mulheres aqui no município. E que denunciasse para que esse flagelo, essa maldade que tem feito com que tantas mulheres morram por conta dessa violência se encerre aqui em Guarapari”, disse a deputada.

A realização do evento foi elogiada por quem assistiu as palestras. “Quero parabenizar a Câmara Municipal por nos dar essa oportunidade ao trazer pessoas com tanta propriedade para nos falar tudo aquilo que precisamos. Às vezes nós como sociedade civil deixamos passar certas coisas e vem esse Fórum para nos trazer luz ao que realmente tem acontecido em nossa sociedade”, afirmou a presidente da Federação das Associações de Moradores e Movimentos Populares de Guarapari (Famanpog), Lúcia Novaes.

Ao término do evento o presidente da Câmara, vereador Enis Gordin (PRB), anunciou que vai instituir a Procuradoria Especial da Mulher na Casa de Leis. “Nossa diretoria já está tomando as providências para colocarmos em votação em plenário e acredito que em breve vamos ter esse local de apoio às mulheres vítimas de violência aqui na Câmara, onde elas vão ser recebidas de braços abertos sempre que precisarem”, revelou Enis.

 

 

Você pode Gostar de:

Senado aprova projeto que reestrutura Previdência dos militares

O plenário do Senado aprovou na quarta-feira (4) o Projeto de Lei 1.645/2019, que reestrutura …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *