Página Inicial / Geral / Câmara aprova R$ 100 mil para Secretaria de Saúde e Lei Orgânica para Procuradoria em Guarapari

Câmara aprova R$ 100 mil para Secretaria de Saúde e Lei Orgânica para Procuradoria em Guarapari

Os vereadores aprovaram, por unanimidade, o Projeto de Lei Completar nº 005/2019, que estabelece a Lei Orgânica da Procuradoria Geral do município. A votação aconteceu na 15ª sessão extraordinária, realizada nesta segunda-feira (30). 

A representante da Associação Nacional dos Procuradores Municipais (ANPM),  Patrícia Gazola, explicou que com o projeto, independente de quem for o prefeito os procuradores serão os mesmos e que a vantagem é que eles já conhecem as necessidades da cidade. “O ganho é a segurança jurídica. Teremos uma coisa permanente para atender o interesse público. A Câmara teve sabedoria e votou em favor da cidade. Acho que a cidade de Guarapari e esta Casa de Leis estão de parabéns”, disse Patrícia. 

O procurador geral do município, Américo Mignone, afirmou que “o que se busca é consolidar a estrutura e o funcionamento que já existe para dar mais transparência, organização e mais controle para que os trabalhos corram com mais dinamismo e eficiência ao atendimento da população. É um ato muito importante que deve ser comemorado por todos.”

O representante da OAB Espírito Santo, Douglas Gianordoli, ressaltou que os procuradores não terão aumento salarial por conta da regulamentação e que o município será o maior beneficiado. “Essa organização como exige a nossa Constituição Estadual mostra como Guarapari está crescendo como município. A Câmara está de parabéns porque visa o futuro e uma advocacia forte e perene que vai atender a todo mundo e não o governante da hora”. 

A presidente da 4ª subsecção da OAB em Guarapari, Mônica Goulart, também parabenizou os parlamentares pela aprovação do projeto. “Parabenizo a Casa de Leis por se sensibilizar com o tema, por aprovar o tema. O corpo técnico na Procuradoria é muito importante porque é o braço direito para o Executivo. E que seja a ponte entre o Legislativo também porque as instituições tem que dialogar em prol da sociedade e o município de Guarapari precisa e merece”, disse Mônica.

O presidente da Câmara, vereador Enis Gordin (PMN), afirmou que “nós não poderíamos encerrar o ano sem votar esse projeto que é tão importante. Então fizemos esta sessão extraordinária e os vereadores aprovaram a criação da Lei Orgânica da Procuradoria, que vai garantir que o trabalho realizado pelos procuradores seja mantido independente de quem for o gestor do município.”

 

R$ 100 mil para Secretaria de Saúde

A Câmara Municipal de Guarapari aprovou, por unanimidade, o Projeto de Lei (PL) nº 202, de autoria do Executivo, que autoriza o município a abrir um crédito adicional especial no valor de R$ 99.990, 00 para ser empregado na Secretária Municipal de Saúde. A votação aconteceu na 15ª sessão extraordinária, realizada nesta segunda-feira (30).

O PL afirmava que o recurso deveria ser empregado na compra equipamentos  permanentes, porém, não especificava o que exatamente seriam esses materiais. Por isso, os vereadores fizeram uma emenda no projeto determinando que o dinheiro seja aplicado na compra de computadores para a Secretaria Municipal de Saúde.

O presidente da Câmara, vereador Enis Gordin (PMN), afirmou que “nós fizemos a emenda porque o projeto não específica a forma como esse dinheiro seria usado. A compra dos computadores vai ajudar porque eles podem ser usados para o registro do prontuário dos pacientes, da quantidade de medicamentos que estão disponíveis e quais precisam ser comprados e outros serviços importantes para ajudar a melhorar o atendimento ao cidadão.”

Ainda durante a sessão, foram aprovados outros 14 projetos de autoria dos parlamentares. Entre eles estavam o PL nº 177, do vereador Marcos Grijó (PDT), que constitui a Casa da Cultura como patrimônio histórico municipal, e o PL nº 201, de autoria do vereador Lennon Monjardim (Podemos), que obriga os bancos a realizar a visita domiciliar para fazer a prova de vida dos beneficiários do INSS que não têm condições de saúde para comparecer nas agências.

 

 

Você pode Gostar de:

Chuvas no Espírito Santo devem continuar até sexta-feira, prevê Inmet

As chuvas que atingem o Espírito Santo desde o final da semana passada devem continuar …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *