Página Inicial / Geral / ANCHIETA: VEREADOR JOSÉ MARIA PROPÕE CRIAÇÃO DA ROTA DO CICLISMO NO MUNICÍPIO

ANCHIETA: VEREADOR JOSÉ MARIA PROPÕE CRIAÇÃO DA ROTA DO CICLISMO NO MUNICÍPIO

Mais lazer, segurança, saúde, cuidado com o meio ambiente, qualidade de vida para os anchietenses e desenvolvimento do turismo. Estes são os objetivos do Projeto de Lei n° 44/2020, que institui a Rota do Ciclismo de Belo Horizonte no município de Anchieta. A propositura é de autoria do atuante vereador José Maria Simões Brandão (Progressista) e foi apresentado na última sessão ordinária da câmara municipal (21).

De acordo com o projeto a rota terá início na sede do município, passando pela UTG, trevo da Comunidade de Recanto do Sol, entrando na Rodovia Gilberto Domingues, passando pela PV4 da Samarco Mineração, se direcionando para a comunidade de Belo Horizonte, saindMo na Rodovia do Sol, passando pelas Comunidades de Mãe-Bá, Ubu e Recanto do Sol, entrando novamente na estrada da UTG com término na sede do Município.

Zé Maria destacou que o projeto de lei tem o intuito de divulgar uma belíssima região do município, através do turismo esportivo. A região que também contempla a comunidade de Belo Horizonte, onde o vereador nasceu e reside, já é conhecida de muitos moradores de Anchieta que praticam o pedal, assim como a rota proposta pelo vereador, depois de algumas conversas com grupos de ciclistas do município.

Para Sidney Lima da Silva, morador da comunidade de Recanto do Sol e participante ativo do grupo de ciclista pé de velas, esse é um projeto de extrema importância para os praticantes do ciclismo e outros esportes de aventura, pois vai organizar e trazer segurança não só para o morador de Anchieta, mas para todos que gostam do esporte ao ar livre. Além disso, é uma grande oportunidade de divulgar várias regiões de Anchieta através do esporte. “Nosso município é lindo, temos muito para mostrar, mas precisamos nos organizar e esse projeto será fundamental, por isso esperamos que ele seja aprovado e executado o quanto antes”, ressaltou Sidney.

“O maior objetivo do projeto é organizar, divulgar e estruturar o que a natureza já nos oferece gratuitamente, tudo isso priorizando a segurança, divulgando uma região do município que é pouco explorada e desenvolvendo, de forma sustentável o turismo na região. Além disso, também são objetivos do projeto, impulsionar a educação ambiental e incentivar a organização das comunidades locais para o desenvolvimento de novas fontes de emprego e renda”, concluiu o parlamentar.

Você pode Gostar de:

Enem: estudantes tem até 1º de outubro para inserir foto no cadastro, confira como

Até 23h59 (horário de Brasília) do dia 1º de outubro inscritos no Exame Nacional do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *